Poltrona Mole celebra 60 anos

 

“Ah, a Poltrona Mole! Quem nunca se sentou numa não sabe o que é…; perdão, na poltrona Mole não se senta, refestela-se, repimpa-se, repoltreia-se”, é assim que o jornalista Sergio Augusto explicou, em 1997, a sensação passada por uma das peças de design mais icônicas do Brasil, a poltrona Mole de Sergio Rodrigues.

A história desse ícone criado em 1957 é que para atender ao pedido do fotógrafo Otto Estupakoff, que queria um sofá no qual ele poderia mergulhar como um sultão, a poltrona feita com madeira maciça, tiras de couro e almofadas generosas, acaba de completar 60 anos e, claro, receberá uma edição limitada de sua primeira versão, a ser lançada durante Salão do Móvel de Milão 2017 pela Lin Brasil, empresa especializada nas obras do designer brasileiro.

Poltrona Drummond Sofá Hauner

Poltrona Stella

Poltrona Mole

“A poltrona Mole foi uma pioneira entre os assentos; ela propôs uma nova maneira de sentar, dando ao mundo uma cadeira casual e especialmente relaxante”, explica os representantes da Lin Brasil. A empresa também deve levar ao evento coleções nunca antes apresentadas na Semana de Design de Milão, como a poltrona Stella e Drummond e o Hauner, primeiro sofá projetado por Rodrigues.

O sofá eu quero já!

Imagens: Reprodução

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *