Home Sweet Home

Classicismo e modernidade andam de mãos dadas nos projetos de interiores do espanhol Luis Puerta. Prova disso é esta residência, recentemente reformada por ele, nos arredores de Madri. A excelência do trabalho reside justamente na sobreposição de estilos, fazendo com que móveis de linhas conservadoras ganhem valor pela presença de objetos e acabamentos que seguem um desenho mais funcional. O elemento que amarra o projeto é a escada, totalmente refeita durante a obra. Com caráter escultórico, ela permitiu a abertura de espaços tanto no térreo quanto no piso superior, oferecendo novas conexões visuais entre ambos pavimentos. Os revestimentos seguem a mesma lógica de pureza e funcionalidade. Na sala, predomina a pedra, na cozinha, a cerâmica, e nos quartos, a madeira. Sobreposto a este cenário, o mobiliário é quem agrega caráter e personalidade ao conjunto. No hall de entrada, por exemplo, a mesa Luis XVI convive com um relógio do século 17. Essa personalidade se espalha pelos demais ambientes, salpicados aqui e ali por peças contemporâneas, como as cadeiras Bertoia da cozinha, e muitas delas desenhadas pelo próprio Luis Puerta.

Classicismo e modernidade andam de mãos dadas nos projetos de interiores do espanhol Luis Puerta. Prova disso é esta residência, recentemente reformada por ele, nos arredores de Madri. A excelência do trabalho reside justamente na sobreposição de estilos, fazendo com que móveis de linhas conservadoras ganhem valor pela presença de objetos e acabamentos que seguem um desenho mais funcional.

O elemento que amarra o projeto é a escada, totalmente refeita durante a obra. Com caráter escultórico, ela permitiu a abertura de espaços tanto no térreo quanto no piso superior, oferecendo novas conexões visuais entre ambos pavimentos. Os revestimentos seguem a mesma lógica de pureza e funcionalidade. Na sala, predomina a pedra, na cozinha, a cerâmica, e nos quartos, a madeira.

Sobreposto a este cenário, o mobiliário é quem agrega caráter e personalidade ao conjunto. No hall de entrada, por exemplo, a mesa Luis XVI convive com um relógio do século 17. Essa personalidade se espalha pelos demais ambientes, salpicados aqui e ali por peças contemporâneas, como as cadeiras Bertoia da cozinha, e muitas delas desenhadas pelo próprio Luis Puerta.

Classicismo e modernidade andam de mãos dadas nos projetos de interiores do espanhol Luis Puerta. Prova disso é esta residência, recentemente reformada por ele, nos arredores de Madri. A excelência do trabalho reside justamente na sobreposição de estilos, fazendo com que móveis de linhas conservadoras ganhem valor pela presença de objetos e acabamentos que seguem um desenho mais funcional. O elemento que amarra o projeto é a escada, totalmente refeita durante a obra. Com caráter escultórico, ela permitiu a abertura de espaços tanto no térreo quanto no piso superior, oferecendo novas conexões visuais entre ambos pavimentos. Os revestimentos seguem a mesma lógica de pureza e funcionalidade. Na sala, predomina a pedra, na cozinha, a cerâmica, e nos quartos, a madeira. Sobreposto a este cenário, o mobiliário é quem agrega caráter e personalidade ao conjunto. No hall de entrada, por exemplo, a mesa Luis XVI convive com um relógio do século 17. Essa personalidade se espalha pelos demais ambientes, salpicados aqui e ali por peças contemporâneas, como as cadeiras Bertoia da cozinha, e muitas delas desenhadas pelo próprio Luis Puerta.

Classicismo e modernidade andam de mãos dadas nos projetos de interiores do espanhol Luis Puerta. Prova disso é esta residência, recentemente reformada por ele, nos arredores de Madri. A excelência do trabalho reside justamente na sobreposição de estilos, fazendo com que móveis de linhas conservadoras ganhem valor pela presença de objetos e acabamentos que seguem um desenho mais funcional. O elemento que amarra o projeto é a escada, totalmente refeita durante a obra. Com caráter escultórico, ela permitiu a abertura de espaços tanto no térreo quanto no piso superior, oferecendo novas conexões visuais entre ambos pavimentos. Os revestimentos seguem a mesma lógica de pureza e funcionalidade. Na sala, predomina a pedra, na cozinha, a cerâmica, e nos quartos, a madeira. Sobreposto a este cenário, o mobiliário é quem agrega caráter e personalidade ao conjunto. No hall de entrada, por exemplo, a mesa Luis XVI convive com um relógio do século 17. Essa personalidade se espalha pelos demais ambientes, salpicados aqui e ali por peças contemporâneas, como as cadeiras Bertoia da cozinha, e muitas delas desenhadas pelo próprio Luis Puerta.

Classicismo e modernidade andam de mãos dadas nos projetos de interiores do espanhol Luis Puerta. Prova disso é esta residência, recentemente reformada por ele, nos arredores de Madri. A excelência do trabalho reside justamente na sobreposição de estilos, fazendo com que móveis de linhas conservadoras ganhem valor pela presença de objetos e acabamentos que seguem um desenho mais funcional. O elemento que amarra o projeto é a escada, totalmente refeita durante a obra. Com caráter escultórico, ela permitiu a abertura de espaços tanto no térreo quanto no piso superior, oferecendo novas conexões visuais entre ambos pavimentos. Os revestimentos seguem a mesma lógica de pureza e funcionalidade. Na sala, predomina a pedra, na cozinha, a cerâmica, e nos quartos, a madeira. Sobreposto a este cenário, o mobiliário é quem agrega caráter e personalidade ao conjunto. No hall de entrada, por exemplo, a mesa Luis XVI convive com um relógio do século 17. Essa personalidade se espalha pelos demais ambientes, salpicados aqui e ali por peças contemporâneas, como as cadeiras Bertoia da cozinha, e muitas delas desenhadas pelo próprio Luis Puerta.

Classicismo e modernidade andam de mãos dadas nos projetos de interiores do espanhol Luis Puerta. Prova disso é esta residência, recentemente reformada por ele, nos arredores de Madri. A excelência do trabalho reside justamente na sobreposição de estilos, fazendo com que móveis de linhas conservadoras ganhem valor pela presença de objetos e acabamentos que seguem um desenho mais funcional. O elemento que amarra o projeto é a escada, totalmente refeita durante a obra. Com caráter escultórico, ela permitiu a abertura de espaços tanto no térreo quanto no piso superior, oferecendo novas conexões visuais entre ambos pavimentos. Os revestimentos seguem a mesma lógica de pureza e funcionalidade. Na sala, predomina a pedra, na cozinha, a cerâmica, e nos quartos, a madeira. Sobreposto a este cenário, o mobiliário é quem agrega caráter e personalidade ao conjunto. No hall de entrada, por exemplo, a mesa Luis XVI convive com um relógio do século 17. Essa personalidade se espalha pelos demais ambientes, salpicados aqui e ali por peças contemporâneas, como as cadeiras Bertoia da cozinha, e muitas delas desenhadas pelo próprio Luis Puerta.

Classicismo e modernidade andam de mãos dadas nos projetos de interiores do espanhol Luis Puerta. Prova disso é esta residência, recentemente reformada por ele, nos arredores de Madri. A excelência do trabalho reside justamente na sobreposição de estilos, fazendo com que móveis de linhas conservadoras ganhem valor pela presença de objetos e acabamentos que seguem um desenho mais funcional. O elemento que amarra o projeto é a escada, totalmente refeita durante a obra. Com caráter escultórico, ela permitiu a abertura de espaços tanto no térreo quanto no piso superior, oferecendo novas conexões visuais entre ambos pavimentos. Os revestimentos seguem a mesma lógica de pureza e funcionalidade. Na sala, predomina a pedra, na cozinha, a cerâmica, e nos quartos, a madeira. Sobreposto a este cenário, o mobiliário é quem agrega caráter e personalidade ao conjunto. No hall de entrada, por exemplo, a mesa Luis XVI convive com um relógio do século 17. Essa personalidade se espalha pelos demais ambientes, salpicados aqui e ali por peças contemporâneas, como as cadeiras Bertoia da cozinha, e muitas delas desenhadas pelo próprio Luis Puerta.

Classicismo e modernidade andam de mãos dadas nos projetos de interiores do espanhol Luis Puerta. Prova disso é esta residência, recentemente reformada por ele, nos arredores de Madri. A excelência do trabalho reside justamente na sobreposição de estilos, fazendo com que móveis de linhas conservadoras ganhem valor pela presença de objetos e acabamentos que seguem um desenho mais funcional. O elemento que amarra o projeto é a escada, totalmente refeita durante a obra. Com caráter escultórico, ela permitiu a abertura de espaços tanto no térreo quanto no piso superior, oferecendo novas conexões visuais entre ambos pavimentos. Os revestimentos seguem a mesma lógica de pureza e funcionalidade. Na sala, predomina a pedra, na cozinha, a cerâmica, e nos quartos, a madeira. Sobreposto a este cenário, o mobiliário é quem agrega caráter e personalidade ao conjunto. No hall de entrada, por exemplo, a mesa Luis XVI convive com um relógio do século 17. Essa personalidade se espalha pelos demais ambientes, salpicados aqui e ali por peças contemporâneas, como as cadeiras Bertoia da cozinha, e muitas delas desenhadas pelo próprio Luis Puerta.

Classicismo e modernidade andam de mãos dadas nos projetos de interiores do espanhol Luis Puerta. Prova disso é esta residência, recentemente reformada por ele, nos arredores de Madri. A excelência do trabalho reside justamente na sobreposição de estilos, fazendo com que móveis de linhas conservadoras ganhem valor pela presença de objetos e acabamentos que seguem um desenho mais funcional. O elemento que amarra o projeto é a escada, totalmente refeita durante a obra. Com caráter escultórico, ela permitiu a abertura de espaços tanto no térreo quanto no piso superior, oferecendo novas conexões visuais entre ambos pavimentos. Os revestimentos seguem a mesma lógica de pureza e funcionalidade. Na sala, predomina a pedra, na cozinha, a cerâmica, e nos quartos, a madeira. Sobreposto a este cenário, o mobiliário é quem agrega caráter e personalidade ao conjunto. No hall de entrada, por exemplo, a mesa Luis XVI convive com um relógio do século 17. Essa personalidade se espalha pelos demais ambientes, salpicados aqui e ali por peças contemporâneas, como as cadeiras Bertoia da cozinha, e muitas delas desenhadas pelo próprio Luis Puerta.

Classicismo e modernidade andam de mãos dadas nos projetos de interiores do espanhol Luis Puerta. Prova disso é esta residência, recentemente reformada por ele, nos arredores de Madri. A excelência do trabalho reside justamente na sobreposição de estilos, fazendo com que móveis de linhas conservadoras ganhem valor pela presença de objetos e acabamentos que seguem um desenho mais funcional. O elemento que amarra o projeto é a escada, totalmente refeita durante a obra. Com caráter escultórico, ela permitiu a abertura de espaços tanto no térreo quanto no piso superior, oferecendo novas conexões visuais entre ambos pavimentos. Os revestimentos seguem a mesma lógica de pureza e funcionalidade. Na sala, predomina a pedra, na cozinha, a cerâmica, e nos quartos, a madeira. Sobreposto a este cenário, o mobiliário é quem agrega caráter e personalidade ao conjunto. No hall de entrada, por exemplo, a mesa Luis XVI convive com um relógio do século 17. Essa personalidade se espalha pelos demais ambientes, salpicados aqui e ali por peças contemporâneas, como as cadeiras Bertoia da cozinha, e muitas delas desenhadas pelo próprio Luis Puerta.

Classicismo e modernidade andam de mãos dadas nos projetos de interiores do espanhol Luis Puerta. Prova disso é esta residência, recentemente reformada por ele, nos arredores de Madri. A excelência do trabalho reside justamente na sobreposição de estilos, fazendo com que móveis de linhas conservadoras ganhem valor pela presença de objetos e acabamentos que seguem um desenho mais funcional. O elemento que amarra o projeto é a escada, totalmente refeita durante a obra. Com caráter escultórico, ela permitiu a abertura de espaços tanto no térreo quanto no piso superior, oferecendo novas conexões visuais entre ambos pavimentos. Os revestimentos seguem a mesma lógica de pureza e funcionalidade. Na sala, predomina a pedra, na cozinha, a cerâmica, e nos quartos, a madeira. Sobreposto a este cenário, o mobiliário é quem agrega caráter e personalidade ao conjunto. No hall de entrada, por exemplo, a mesa Luis XVI convive com um relógio do século 17. Essa personalidade se espalha pelos demais ambientes, salpicados aqui e ali por peças contemporâneas, como as cadeiras Bertoia da cozinha, e muitas delas desenhadas pelo próprio Luis Puerta.

 

E, então?! Gostaram?

Imagens: Reprodução

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *