Alinhamento dos Planetas

alinhamento

News do espaço! Entre hoje, 20.01 até fevereiro, 20.02, será possível assistir a um fenômeno “espacial”: Júpiter, Marte, Saturno, Vênus e Mercúrio, os cinco planetas visíveis, formarão uma linha do horizonte leste a oeste, e ficarão facilmente visíveis no céu, a olho nu. O fenômeno não ocorre desde 2005!
Haverá outra oportunidade pra ver os planetas alinhados dessa forma em agosto, especialmente aqui, no hemisfério Sul, e depois só em outubro de 2018, segundo a Dr. Tanya Hill, curadora do Planetário Melbourne, à Australian Geographic.

planetas-alinhados

Hoje, 20/01, pouco antes do nascer do sol, lá estarão os cinco planetas – só Mercúrio vai ser um pouco mais difícil, devido a sua proximidade com o Sol. Mais próximo do horizonte, ficará visível por um curto período de tempo, logo antes do amanhecer. E árvores, montanhas e edifícios altos podem tornar a missão um pouco mais complexa. Mas por volta do dia 06/02, Mercúrio vai atingir seu ponto mais alto no céu, sendo muito mais fácil encontrá-lo. Mas ele é o último, dos cinco, a “aparecer”.
O fenômeno, aliás, poderá ser visto com mais clareza aqui do nosso hemisfério, mas qualquer pessoa em qualquer ponto do mundo também vai conseguir, sem equipamentos. Ah, e os planetas estarão alinhados de quem estiver olhando da Terra, mas não alinhados de fato, no espaço.”

alinhamento_real

Esses planetas são conhecidos como “planetas visíveis” ou “planetas brilhantes”, e significam os planetas do nosso Sistema Solar que podem ser vistos sem ajuda óptica e que já foram vistos por nossos ancestrais desde tempos imemoriais. Eles são facilmente vistos porque seus discos refletem a luz solar e seu brilho é constante, ao contrário do brilho das estrelas, que por estarem mais distantes, as luzes emitidas por elas chegam como pontos luminosos que “piscam”.
Segundo o Dr. Alan Duffy, pesquisador da Universidade de Swinburne em Melbourne: “Existem poucas coisas no céu noturno que podem ser vistas sem nenhum equipamento”. E acrescentou: “Essa é uma delas”.

Sendo assim, gente, acho que vale a pena acordar algumas horas mais cedo – ou dormir super tarde, e vislumbrar algo esse fenômeno. O primeiro a nascer, no início da noite, é Júpiter, seguido de Marte -depois da meia-noite, e então Saturno, Vênus e Mercúrio, bem próximo do nascer do sol. Vamos olhar para o céu!

Fotos: Galeria Meteorito, Solar System Scope.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *